Câmara cassa mandato do prefeito de São Simão

Compartilhe...
O prefeito licenciado de São Simão, Francisco de Assis Peixoto (PSDB), foi cassado em sessão extraordinária realizada nesta segunda-feira (25/10) pela Câmara Municipal. O político é suspeito de crimes sexuais contra várias crianças e adolescentes da região.
Ele chegou a ser preso e foi denunciado pelo Ministério Público de Goiás (MPGO) e indiciado pela Polícia Civil por pedofilia e outros crimes.
A sessão do Legislativo durou mais de quatro horas. Ao final, 9 vereadores votaram pelo impeachment. Apenas 2 foram contrários.
A maioria dos vereadores acompanhou a posição da comissão processante, que analisou o caso durante pouco mais de dois meses de trabalho. Os poucos vereadores que fizeram a defesa do prefeito em plenário acusaram cerceamento de defesa.
Votaram a favor da cassação: Adriano Pimenta (PTB); Ailton Lopes (PSC); Evaldo Elefante (PTC); Professor Fernando Rogério de Castro (DEM); Ildo Alexandre, o Vilarinho (PSC); Lucas Vasconcelos (PSL); Ludgero Neto (PSL); Raufi Jones (DEM); e Wellington Carvoeiro (MDB). Votaram contra: Fábio Moura, o Kebinha (PTB), e Laerte Nogueira (PP).
O vice-prefeito Fábio Capanema (PP), que respondia interinamente pela prefeitura, agora será efetivado no cargo.
Fonte: Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *